Cinco animais que parecem ser de outro planeta


Geralmente relacionamos o nome animais com criaturas que possam viver em comunhão com todo mundo. Nunca paramos para pensar na existência de certas criaturas estranhas que habitam em outros lugares. Algumas dessas espécies estão em extinção e outras em plena convivência com outros seres bizarros do fundo do mar. Confira agora cinco animais que parecem ser de outro planeta.

1. Toupeira-nariz-de-estrela

Esse mamífero bem estranho vive na América do Norte e usa esses tentáculos do nariz para se guiar no escuro e procurar alimentos, pois assim como a grande maioria das toupeiras, ela é cega. A toupeira-nariz-de-estrela varia entre 15 e 20 centímetros e costuma viver próximo a rios e lagos. A alimentação consiste de pequenos invertebrados, além de terem hábitos tanto diurnos quanto noturnos.


2. Peixe-gota

Esse é um peixe feio e curioso que habita as águas profundas da Austrália e da Tasmânia, muito raro de ser visto por seres humanos. Ele não sobe para superfície, e suporta a pressão das águas geladas ficando a muitos metros de profundidade, por isso ele tem esse corpo parecido com uma geleia. O peixe gota é rosado, quase transparente, e tem a face semelhante ao rosto humano.


3. Dragão Azul

Bastante parecido com um Pókemon, esse molusco, embora pareça inofensivo e seja muito bonito, é bastante venenoso. Ele libera toxina ao entrar em contato com a pele humana, portanto nunca toque nele quando o ver flutuando em águas oceânicas.


4. Axolote

Esse animal, que parece sempre estar sorrindo e com a cara de dengoso, é o Axolote, um tipo de salamandra aquática que não se desenvolve na fase de larva. Ele é natural do México e é inofensivo aos humanos, e se alimenta de pequenos peixes e moluscos, podendo ser domesticado e criado em aquários; mas, por favor, não faça isso, pois existem poucas espécies na natureza.


5. Porco-do-mar                            

O Porco-do-mar vive na escuridão do oceano, em locais inacessíveis aos olhos humanos. Este bicho que mais parece um ET costuma comer os restos que encontra pelo chão, lá nas profundezas do mar, onde a luz jamais chegará. Assim como o nosso amigo feioso peixe-gota, ele tem esse corpo gelatinoso por viver em grandes profundidades.


Gostou do post? Então deixe o seu comentário, sua opinião é muito importante! Quer fazer parte da nossa equipe e publicar aqui no blog sem compromisso? É só clicar Aqui e participar!

Veja Também:

0 comentários:

Postar um comentário

 






Política de Privacidade - Blog do Herói - O Melhor Site Para Tirar Você do Tédio
© 2016 - 2017 - Todos Os Esquerdos Reservados - Blog do Herói - Programação e Design Por Oscar Tigre