As histórias reais por trás dos mitos das princesas da Disney

Postado Em: Curiosidades | 0

Verdadeira história das princesas da Disney

Praticamente todo mundo cresceu vendo o desenrolar das histórias das princesas da Disney contadas em vários filmes de sucesso. As princesas da Disney por incrível que pareça conquistam a atenção de adultos e de crianças até os dias de hoje. Algumas dessas princesas da Disney amadas por todos têm a origem em lendas antigas, contos de fadas e até mesmo em histórias da vida real.

Muitas vezes essa origem é mais emocionante e muito mais sombria do que vemos na maioria dos filmes que retratam a história das princesas da Disney. Você ficará surpreso quando descobrir quais princesas da Disney são baseadas em histórias de pessoas da vida real. Confira as histórias reais e não contadas por trás dos mitos das princesas da Disney.

A bruxa expulsa Rapunzel e causa cegueira no príncipe

Verdadeira história das princesas da Disney

Talvez a história de Rapunzel seja uma das mais antigas das princesas da Disney. A princesa Rapunzel é baseada em um conto de fadas dos irmãos Grimm. Na versão original, quando a bruxa descobre que Rapunzel conhece o príncipe, ela corta o cabelo de Rapunzel e o joga fora. Quando o príncipe a confronta, ele salta pela janela e cai sobre os espinhos, causando a cegueira. O príncipe só é curado quando Rapunzel derrama uma lágrima por ele. Na primeira versão da história, Rapunzel admite que as roupas estavam ficando muito apertadas, dando indício de que ela estava grávida.

A Pequena Sereia morre de tristeza

Verdadeira história das princesas da Disney

Outro grande clássico das princesas da Disney contado em filme. O personagem de Ariel, a Pequena Sereia, é baseado em um clássico conto de Hans Christian Andersen. Nesta história, a Pequena Sereia salva o príncipe de se afogar e se apaixona por ele. Após isso acontecer, ela muda a bela cauda para a aparência humana. Mas tudo isso tem um preço. Por engano o príncipe se casa com outra garota que ele pensa ser a que o salvou, deixando Ariel sozinha, que se joga no mar se transformando em espuma.

Maui é um adolescente magro e Moana não existe

Verdadeira história das princesas da Disney

Moana é um personagem totalmente fictício que todo mundo acredita ser real. A ideia original do autor era fazer um filme sobre Maui. Depois da visita à Polinésia, a equipe de produção e o próprio autor foram inspirados pelas belas mulheres sensuais daquelas ilhas. Na verdade, eles se encantaram com aquelas mulheres e assim nasceu o personagem de Moana. O filme é cheio de referências que contam os mitos da cultura da Polinésia. Uma delas é a alusão à crença de que as ilhas foram criadas por um semideus Maui. Nos mitos em contraste com o filme Maui aparece como um jovem homem magro.

Na versão da lenda Mulan comete suicídio

Verdadeira história das princesas da Disney

A história de Mulan fala de uma guerreira que vai para a guerra e, depois de onze anos de luta, recusa todas as honras militares para voltar para casa. Quando chega, é recebida como uma verdadeira heroína pela família. No entanto, em uma versão da lenda Mulan (uma das mais belas princesas da Disney) volta para casa e descobre que o pai havia morrido e a família desestruturada. Ao presenciar a situação ela não resiste e comete suicídio.

A Rainha Malvada em Branca de Neve e os sete anões sofreram severa punição

Verdadeira história das princesas da Disney

Mais uma história das princesas da Disney baseada no conto de fadas dos irmãos Grimm. Nele a Rainha Malvada chega ao casamento de Branca de Neve e do Príncipe Encantado. Nesse mesmo local, ela é forçada a usar sapatos de ferro quente e dançar até a morte. Sem sombra de dúvida e sem medo de errar talvez Branca de Neve seja a mais famosa das princesas da Disney de todos os tempos.

O personagem de Elsa na história de Andersen é uma vilã fria e desumana

Verdadeira história das princesas da Disney

A rainha em Frozen é baseada no personagem da Rainha da Neve do conto de fadas também escrito por Hans Christian Andersen. Nessa versão ela é a rainha dos flocos de neve e vive em um palácio congelado, sequestra uma criança e a enfeitiça com um encanto de um beijo. Anos depois uma amiga da criança a salva do castelo da rainha. Outra grande história das princesas da Disney que se perpetua até os dias atuais e ainda é um grande sucesso.

A Bela e a Fera existiram na França medieval

Verdadeira história das princesas da Disney

A história de A Bela e a Fera foi escrita por Madame Gabrielle-Suzanne de Villeneuve, publicada em 1740. Acredita-se que ela foi inspirada por um casal que existiu na vida real, Peter Gonsalvus e Catherine Gonsalvus. Pedro sofria de uma condição genética rara, que fazia o corpo dele ficar completamente coberto de pelos grossos. Supõe-se que Catherine não tenha visto o noivo até o dia do casamento. Embora o marido não tenha se tornado um belo príncipe, o casal acabou tendo sete filhos.

A Bela Adormecida deu à luz enquanto dormia

Verdadeira história das princesas da Disney

No clássico texto literário francês, Perceforest, uma das primeiras versões de A Bela Adormecida, escrita no século XVI, a princesa Zellandine se apaixonou loucamente por Troylus. No momento em que Troylus não estava por perto, Zellandine caiu em um sonho mágico encantador. Quando Troylus a encontrou, ele aproveitou o sono profundo da princesa e a engravidou enquanto ela dormia. Pouco tempo depois que o bebê nasceu, ela acordou e percebeu que o pai do filho era Troylus com quem depois se casou.

Pocahontas nunca se apaixonou por John Smith

Princesas da Disney

Pocahontas (cujo nome de nascimento é Matoaka) nasceu em 1595 e era filha de Powhatan, chefe de toda a tribo. Em 1607 John Smith, um soldado e explorador inglês, foi capturado pelos guerreiros Powhatan. Segundo ele, Matoaka se jogou na frente dele para protegê-lo com o próprio corpo da execução. Mas não há provas concretas de que isso tenha realmente acontecido. Na verdade Matoaka foi sequestrada por colonos ingleses e foi enviada para resgatar prisioneiros que estavam nas mãos do pai. Durante a captura o plantador de tabaco, John Rolfe, condicionou a liberdade dela se concordasse em se casar com ele. Ela morreu quando tinha apenas vinte e um anos de idade.

Outros posts curiosos dos quais você poderá gostar:

As princesas favoritas da Disney se fossem Afro-Americanas

As brilhantes pinturas em madeira reciclada de Martina Billi

A incrível pintura de rua que interage com o meio ambiente

As inacreditáveis tattoos tridimensionais do artista Jesse Rix

A fascinante arte de rua 3D do ilustrador russo Nikolaj Arndt

O que você achou do post?

Deixe a sua avaliação. O herói ficará muito feliz!

Média de classificação atual do post: 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Já que você gostou do post, que tal

seguir as nossas redes sociais?

Lamentamos que você não tenha gostado!

Como podemos melhorar o post?

Seguir Blog do Herói:

Viciado em mulheres loiras e gostosas das coxas esculturais, morenas da cor de chocolate, lésbicas, gordas, magras, chinesas, japonesas, indianas, africanas e tudo que mijar de quatro. Tem um cachorro fofo chamado Tobby. Adora séries, filmes, comédias, livros, romances policiais e é doente, arriado os quatro pneus e loucamente apaixonado, desde menino, pela bela atriz e sensual produtora norte-americana Sandra Annette Bullok. Infelizmente ela ainda não sabe.